SEM ÔNIBUS, MAS NÃO PARA TODOS

Nenhum comentário :
Luís Gomes/RN – O Portal Luís Gomes RN recebeu, nessa manhã de terça (19), informações de alunos da cidade preocupados com a falta de transporte público para atender a demanda de cursistas que se deslocam para Pau dos Ferros. E o mais grave é que a negativa não funciona na prática para todos.
De acordo com os estudantes luís-gomenses que fazem cursinho preparatório em Pau dos Ferros, visando a prova do ENEM (provas acontecem nos dias 3 e 10 de novembro), existe uma dificuldade enorme para continuar com as aulas, uma vez que a secretaria de educação não encontrou alternativa para atendê-los, pois os veículos que fazem a devida rota estão completamente lotados.
Entretanto, conforme denúncia, existe alguns alunos que estão fazendo o cursinho naquela cidade. Em resumo, para alguns não é permitido e para outros, sim. Ou seja, falta isonomia de tratamento para a mesma situação, conforme os denunciantes.
Os alunos ainda afirmaram de uma conversa com Ana Gracilda, Secretária de Educação, que afirmara não conhecer do fato, mas determinaria o fim do acesso aos cursistas “privilegiados”. Porém, o motorista teria desobedecido uma ordem direta (hierarquia), aumentando ainda mais a indignação dos discentes prejudicados. Por que a ordem não foi obedecida? A “injustiça”, termo usado pelos jovens, acontece desde fevereiro e providências não são tomadas.

COM A PALAVRA A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO
O Portal Luís Gomes RN esclareceu a situação à Secretária de Educação, que gentilmente prestou os seguintes esclarecimentos: “O transporte escolar é oferecido aos universitários. (Autoria?) Porque não é do meu conhecimento. A recomendação é para não levar alunos de cursinho, devido a questão de quantidade de alunos”.
Em seguida, se comprometeu a resolver de uma vez por todas a questão da falta de isonomia: “Mas vou saber do motorista quem está indo para tomar as providências. Se não dar para todos irem, então não vai nenhum”, decretou.
A matéria está sendo publicada primeiro: a) porque se preza por demais o princípio da transparência; b) levar ao conhecimento público injustiças e a necessidade de mudança de certos comportamentos; c) mostrar que a voz da sociedade é poderosa e precisa de espaço, cada vez mais; d) mostrar que erros fazem parte do processo, mas é imperioso a resolução dos mesmos.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.

LUÍS GOMES: MAIS DO MESMO

Nenhum comentário :
As costuras e as amarras políticas locais impedem ou dificultam o surgimento de novos ares e nomes para a condução representativa e administrativa do município de Luís Gomes. A ideologia dominante e altamente autoritária constrói invólucros e muros na manutenção do poder. Há tempos vivemos uma oligarquia representativa, beirando em vários momentos a uma autocracia, disfarçada por boas porções ‘cosméticas’.
As linhas dessa amarra são visíveis a olhos mais hábeis, colocadas em prática muitas vezes acima da legalidade, da equidade e da moralidade. O poder central usa um estratagema passado de geração em geração: como quem dá milho alheio aos pombos, joga farelos de poder e comida, estrategicamente, na construção conjuntural do sistema de manutenção do poder. Primeiro a família, depois os amigos, depois o ego, depois os aliados, depois e por fim o povo (um pouco de comida e circo, muito pouco de criticidade e muito sobre as qualidades de seu líder). De forma direta, dizer que o fisiologismo, o nepotismo (direto e cruzado), o centralismo, o clientelismo, atos ilegais, o desequilíbrio dos poderes (executivo e legislativo), o favoritismo e a falta de transparência (que aniquila mais investigação e acompanhamento por parte da sociedade) compõem a cultura “mais do mesmo”. O engraçado que o “mais do mesmo” continua reinante (leve melhora) na postura e nas decisões do povo.
Não é à toa que possuir vagas para comissionados e contratações temporárias é uma valiosa carta na manga. Enquanto não houver a realização de Concurso Público (10 anos do último certame) em Luís Gomes melhor para quem governa, porque atrai apadrinhados, admiradores, endeusadores, alienados. Cria-se uma “corrente” que discursa contra o real sentido republicano e municipalista.
O engraçado nessa história é que não se quer levar o nível de gastos com pessoal na medida em que a Lei de Responsabilidade Fiscal orienta e determina. Recentemente, mais funcionários comissionados foram contratados, com mais brechas criadas, inclusive no governo Tadeu, através do Decreto nº 031/2014 (Regulamenta a Lei nº 070/2001). Os nomes de certos cargos são, por si só, questionadores. Alguns deles quase sem sentido para a realidade do município. E cargos com alto grau de semelhança com outros. Praticamente se usou coordenador e chefe para quase tudo. Afinal, é preciso de “jogo de cintura” para agradar (ou tentar) gregos e troianos.
Diante disso, quem faz jornalismo local sério precisa tacar o dedo na ferida, fazer a voz do contraditório no jogo democrático, não precisa fazer elogio pelo que se faz de correto, uma vez que é obrigação. Deixem que os publicitários fazem a exaltação e o aplauso, pois são muito bem pagos para isso. E mais, para quem deseja fazer jornalismo com ética, precisa ter certo distanciamento das ‘festinhas e promoções’ de políticos, caso contrário não tem a credibilidade primordial.
É preciso dizer mais... A defasagem de certos representantes é escancarada na figura de políticos que sem qualquer preparo ou senso de ética, usurpam a essência da função. Parte das opções para o executivo em 2020, por exemplo, não reúnem condições mínimas para tamanha responsabilidade, em alguns casos chega a ser hilário a sondagem de alguns nomes pela própria população. Chega a dar ânsia de vômito! Entretanto, uma coisa a população precisa fazer, o quanto antes, renovar os seus representantes, quebrar as oligarquias. Chega de passar o poder de avô para pai, de pai para filho e assim consecutivamente por décadas. É preciso fazer da política uma missão e não uma profissão!
A sociedade luís-gomense precisa promover grandes mudanças. Algumas foram conquistadas com muita luta e insistência, a exemplos da bandeira do turismo (falta melhorar a agenda verde), realização do orçamento participativo, eleição para escolha da direção das escolas, uma batalha também recheada e intercalada de escândalos e processos.
Além disso, falta independência e ascendência por parte dos principais órgãos fiscalizadores do município, em parte vigiados e, de certa forma, controlados como parte da estratégia política. Tais órgãos, entre eles Câmara de Vereadores, Conselhos Municipais e Escolares, realizam seus trabalhos de forma a não criar problemas e nem dificuldades à gestão. Um erro. Principalmente os órgãos colegiados e representativos municipais não prestam qualquer esclarecimento de suas decisões e atos, não publicam relatórios, não possui espírito contestador quando necessário, não usa os meios radiofônicos e virtuais para deixar a comunidade informada do que acontece na saúde, na educação, na merenda, na assistência social, entre outros. O povo tem uma falsa ilusão de transparência. Nem mesmo a lei de acesso à informação é respeitada. Como saber se os processos licitatórios estão dentro dos critérios de eficiência e efetividade? Quando não se tem acesso a todas as informações necessárias, coisas nebulosas podem acontecer sem maiores inquietações...
Em relação à Augusta Casa, parte dos legisladores têm uma relação de subalternidade, quase de subserviência para com o executivo, que chega a beirar o ridículo e o cômico. E por quê? Acho que os leitores devam saber... Esse tipo de comportamento desequilibra os poderes e fere o princípio de representatividade e de fiscalização do órgão legislativo. Isso não é ser situação, é outra coisa.
Em relação ao funcionalismo não é preciso estender o assunto, o próprio vice-prefeito, que antes questiona demais, fez várias denúncias de irregularidades e ilegalidades (melhorou um pouquinho, inclusive com troca em secretaria) que surpreenderia até mesmo os mais leigos cidadãos ou eleitores. E por que tantas anomalias? Talvez ser correto demais atrapalhe a governabilidade e os projetos políticos do presente e do futuro. Enquanto isso, há quem prefira ficar na praça dando milho aos pombos. Mas também existe os que querem mudar esse estado de coisas, porque pensa no futuro de seus filhos, no futuro de seus netos...  
Luís Gomes está longe de ser o sonho que pintam, mas tomara que um dia seja. Luís Gomes não tem grande poder de investimentos e geração de emprego e renda. Muitos trabalham na informalidade, com salários baixos, inclusive em atividades e serviços primários. O povo não pode e nem deve se deixar enganar: Luís Gomes não está entre as cidades mais eficientes do Brasil. Ocupar a 48ª colocação nacional e 6ª na colocação a nível estadual no Ranking dos Municípios Eficientes do Jornal Folha de São Paulo é uma mera ilusão. Nem ao menos possui o Selo Unicef. A gestão pode pintar o céu de colorido, em um belo arco-íris, mas o Portal Luís Gomes RN tem o papel de colocar que esse céu não é de brigadeiro. Nunca vi um céu de brigadeiro com tanta injustiça social, marginalização, economia débil, avanço do mundo das drogas, da violência e criminalidade no município, para não citar mais. Uma outra medida da realidade é em relação à lista de proposições solicitadas pela população no Orçamento Participativo, em que a maior parte, inclusive situações simples de resolução, caducam à espera de uma resposta efetiva. Ser o sucessor do “governo dos braços cruzados” cria uma falsa imagem do real avanço e progresso ocorrido no município nos últimos quatro anos.
Poderia-se comentar um pouco mais sobre a questão do lixo, da água, do patrimônio histórico e imaterial, a destruição da arquitetura centenária, da falta de áreas verdes na cidade (previsto em lei), a perda de importantes commodities rurais... Mas uma coisa não pode ser esquecida jamais: o oportunismo repugnante de indivíduos que usarem o velório de Padre Osvaldo para promover fins políticos e partidários. Sórdido!  
Aqui se cobra com a exigência na proporção das urgências da sociedade. Dizer que Luís Gomes, por exemplo, é um dos 10 municípios potiguares que menos investem em saúde, não preocupa os ‘ilusionistas’? Esse é um dado oficial do Conselho Federal de Medicina. Isso nos leva a inferir que se pode fazer mais e melhor, em áreas estratégicas, sem sombra de dúvidas.
Portanto, e para não se estender mais, o município de Luís Gomes precisa encontrar novos rumos para sua política e para sua gestão a partir de 2.020. Não é possível continuar com o “mais do mesmo”, sempre os comandantes de sempre e as repetidas práxis. A terra de Sant’Ana precisa de algo realmente novo, sem conexão com diversos arcaísmos e ranços. Pessoas que possam representar a modernidade, a inovação, a democracia e a equidade sem rabo preso, sem “toma lá dá cá”, sem medo do contraditório ou da voz ativa da sociedade. Definitivamente, ou se democratiza e escancara as portas e as informações dos órgãos representativos da sociedade, especialmente da Prefeitura Municipal, permitindo o mais amplo e irrestrito controle e participação dos munícipes, ou o município continuará distante de promover a verdadeira justiça, promoção e solidariedade entre as pessoas.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.

BANG BANG EM LUÍS GOMES

Nenhum comentário :
Luís Gomes viveu uma noite que mais parecia um verdadeiro faroeste norte-americano, em que seus atores principais estavam longe de qualquer estrelato. Entretanto, fez lembrar (de relance) o tempo em que Clint Eastwood, James Stewart ou Alan Ladd encenavam um verdadeiro bang-bang.
Longe de qualquer brilho ou de encenação cinematográfica, a comunidade do Alto dos Cândidos, município de Luís Gomes, presenciou a fúria humana representada numa chuva de balas. A atitude estúpida aconteceu nos arredores do bar de Deca, ao lado do campo de futebol daquela localidade, no início da noite de ontem.
Após um torneio de futebol envolvendo equipes femininas, dois homens (sendo um deles Mateus da Vila São Bernardo e um homem identificado por Ricardo, da Vila Santa Rita - Joca Claudino/PB) perderam o senso do ridículo e iniciaram o tiroteio, numa ânsia de fúria. O terror tomou conta dos presentes.
Uma tragédia de grandes proporções poderia ter ocorrido. Uma jovem de 16 anos, moradora da comunidade foi vítima da brutalidade, sendo alvejada na perna, logo sendo encaminhada para o Hospital de Luís Gomes e, em seguida, para a cidade de Pau dos Ferros. O estado de saúde da adolescente inspira cuidados, mas estável.
Além da adolescente, o homem da cidade de Santa Rita, encontra-se internado na cidade de Sousa, segundo informações. Foi atingido de raspão no dedo e mais um tiro nas nádegas. Está aguardando cirurgia no Hospital Regional. 
A Polícia Militar foi acionada para encontrar os autores dos disparos, mas até o momento nenhum dos homens foi encontrado (apenas uma informação do paradeiro do homem baleado). Enquanto isso, a torcida é pela pronta recuperação da jovem, que a comunidade supere a noite de pânico e volte o mais brevemente a sua normalidade. 
Diante de um episódio tão brutal, pergunta-se: Por que dois homens se dirigem a um evento esportivo e, logo depois, para um bar armados? Qual a verdadeira intenção de sair com uma arma na cintura? Bebida e arma é, obviamente, uma mistura explosiva. Que os mesmos possam responder, à altura, a violência e os danos causados. A Polícia Militar pede que a comunidade seja parceira nas investigações de casos semelhantes a esse, sendo essencial o papel fiscalizador dos munícipes.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.

LUÍS GOMES: CELULAR ROUBADO E RECUPERADO

Um comentário :
Polícia Civil recupera celular furtado na cidade de Luís Gomes/RN. Uma ação rápida da equipe de Policia Civil de Luis Gomes resultou na recuperação de um aparelho de celular furtado na data de ontem (12).
O aparelho estava na posse de Thiago Vieira Dantas, o qual foi conduzido para Delegacia de Policia Civil e em seguida liberado após a lavratura do Termo Circunstanciado de Ocorrência pelo crime de receptação culposa.
No caso, embora Thiago não soubesse a origem criminosa do bem, não tomou as cautelas devidas ao adquiri-lo, motivo pelo qual vai responder pelo crime na modalidade culposa.
O autor do furto já foi devidamente identificado e responderá pela sua conduta criminosa.
De acordo com o Delegado de Policia Civil de Luis Gomes, Paulo Cesario: “que essa ocorrência sirva de alerta para as pessoas que costumam adquirir produtos de origem criminosa, de forma consciente ou sem tomar as cautelas devidas, pois todas serão autuadas com rigor”, finaliza.
Por Gilvan Alves de Melo.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.

LUÍS GOMES: GOVERNO PRORROGA EMERGÊNCIA

Nenhum comentário :
O Governo do Rio Grande do Norte decreta, por mais 180 dias, a situação de emergência pela seca em 148 municípios, o que representa 88% dos municípios potiguares. O novo Decreto de Situação de Emergência foi publicado nesta terça-feira (12) no Diário Oficial do Estado (DOE). A renovação do decreto que trará um Regime Jurídico Especial foi definida pelo Comitê Estadual para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca, entidade coordenada pelo Secretário-Chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves.
Segundo o Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, tenente-coronel Marcos Carvalho, o decreto leva em consideração análises técnicas dos diversos órgãos que integram o Comitê e que monitoram a segurança hídrica do Estado nos últimos seis meses (Setembro/2018 a Março/2019). O decreto mantém os mesmos municípios que estavam em situação de emergência e acrescenta Pedro Velho.
A renovação do decreto foi determinada durante reunião do Comitê Estadual para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca realizada em 6 de fevereiro, mas a publicação no Diário Oficial do Estado precisava aguardar o final do prazo do documento anterior.
A situação de emergência pela seca facilita o trâmite dos processos que envolvem obras e serviços que minimizem os impactos causados pela escassez de chuvas, que apesar das últimas chuvas em todo Estado relatórios da CAERN apresentados nos últimos dias mostram que 151 municípios são abastecidos pela companhia, dos quais 92 estão em rodízio e cinco em situação de colapso. De acordo com o secretário-chefe do Gabinete Civil, a situação mais preocupante é dos municípios do Alto Oeste onde os reservatórios ainda estão com baixo volume hídrico.
Todos os municípios inseridos no Decreto Estadual deverão realizar o Preenchimento do Formulário de Informações de Desastres (FIDE), na Plataforma do Sistema Integrado de Informações de Desastres (S2ID) da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (SEDEC) do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) - Site: www.s2id.mi.gov.br, até o dia 20/03/2019, para que a Defesa Civil envie o processo de pedido de reconhecimento federal. Mais informações podem ser obtidas nos seguintes telefones 98120-1297 e 98189-9582.
“A solicitação se faz necessária pois as informações inseridas pelo município no FIDE, subsidiarão o Decreto Estadual de Situação de Emergência de Seca  - COBRADE:14120 na solicitação do Reconhecimento Federal e posteriormente, no pedido de recursos de ações de respostas para o desastre”, afirma Marcos Carvalho.
Municípios em situação de emergência:
Acari, Açu, Afonso Bezerra, Água Nova, Alexandria, Almino Afonso, Alto do Rodrigues, Angicos, Antônio Martins, Apodi, Areia Branca, Baraúna, Barcelona, Bento Fernandes, Boa Saúde, Bodó, Bom Jesus, Brejinho, Caiçara do Norte, Caiçara do Rio do Vento, Caicó, Campo Grande, Campo Redondo, Caraúbas, Carnaúba dos Dantas, Carnaubais, Cerro Corá, Coronel Ezequiel, Coronel João Pessoa, Cruzeta, Currais Novos, Doutor Severiano, Encanto, Equador, Espírito Santo, Felipe Guerra, Fernando Pedroza, Florânia, Francisco Dantas, Frutuoso Gomes, Galinhos, Governador Dix-Sept Rosado, Grossos, Guamaré, Ielmo Marinho, Ipanguaçu, Ipueira, Itajá, Itaú, Jaçana, Jandaíra, Janduís, Japi, Jardim de Angicos, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, João Câmara, João Dias, José da Penha, Jucurutu, Jundiá, Lagoa D´Anta, Lagoa de Pedras, Lagoa de Velhos, Lagoa Nova, Lagoa Salgada, Lajes, Lajes Pintadas, Lucrécia, Luís Gomes, Macaíba, Macau, Major Sales, Marcelino Vieira, Martins, Messias Targino, Montanhas, Monte Alegre, Monte das Gameleiras, Mossoró, Nova Cruz, Olho D´Água dos Borges, Ouro Branco, Paraná, Paraú, Parazinho, Parelhas, Passa e Fica, Passagem, Patu, Pau dos Ferros, Pedra Grande, Pedra Preta, Pedro Avelino, Pedro Velho, Pendências, Pilões, Poço Branco, Portalegre, Porto do Mangue, Rafael Fernandes, Rafael Godeiro, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Riachuelo, Rodolfo Fernandes, Ruy Barbosa, Santa Cruz, Santa Maria, Santana do Matos, Santana do Seridó, Santo Antônio, São Bento do Norte, São Bento do Trairi, São Fernando, São Francisco do Oeste, São João do Sabugi, São José de Campestre, São José do Seridó, São Miguel, São Paulo do Potengi, São Pedro, São Rafael, São Tomé, São Vicente, Senador Eloi de Souza, Serra Caiada, Serra de São Bento, Serra do Mel, Serra Negra do Norte, Serrinha, Serrinha dos Pintos, Severiano Melo, Sítio Novo, Taboeleiro Grande, Taipu, Tangará, Tenente Ananias, Tenente Laurentino Cruz, Tibau, Timbaúba dos Batistas, Triunfo Potiguar, Umarizal, Upanema, Várzea, Venha-Ver, Vera Cruz e Viçosa.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.

SÉRIE DE FURTOS EM LUÍS GOMES

Nenhum comentário :
A comunidade luís-gomense mais uma vez é surpreendida e subjugada a uma série de furtos qualificados no centro da cidade, nessa segunda-feira (11). Os alvos dos criminosos foram os comércios de Fanca e Mansueto, no Mercado Público, e uma moto que estava estacionada em frente ao Colégio Padre Osvaldo.
Segundo informações os comércios sofreram com danos de arrombamento e subtração de pequenas quantias. A moto a ser identificada, pertencente a Jailson Pereira Lima, até o momento não foi recuperada pela polícia militar.
Certamente, se Luís Gomes contasse com o monitoramento com câmeras de segurança nas principais vias públicas (com objetivo principal de zelar pela conservação do patrimônio público municipal e pela liberdade e integridade dos cidadãos) facilitaria o trabalho investigativo até os autores das transgressões.
As investigações estão em curso. Resta a esperança de que os meliantes sejam encontrados e devidamente responsabilizados. Entretanto, o índice de resolução do total de casos e ocorrências está muito abaixo do esperado pela sociedade, levando os meliantes a crerem que o crime, pelo menos em Luís Gomes, tem algum grau de recompensa.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.

DESCOBRINDO O CONTRABAIXO

Nenhum comentário :
Ao longo dos anos, várias discussões surgiram em relação ao sentido da M´sucia, por qual razão ela é tão importante e o que ela significa para nós. Momentos de alegria, tristeza, saudosismo, nostalgia ou simplesmente combinação de vários sons e ritmos? Podemos ter várias respostas, ou quem sabe, ainda mais perguntas sobre essa forma de expressão. Porém, para a graduanda e baixista da Escola de Música da UFRN, Andresa Laíze, de 19 anos, música para ela é vida. É a sua vida.
Nascida em Luís Gomes, cidade do Oeste Potiguar e distante aproximadamente 439 km de Natal, Andresa deixou o município em 2017 com o intuito de viver o sonho de musicista. Há três anos morando na capital, a estudante se dedica todos os dias da semana ao estudo da Música e do seu instrumento (contrabaixo acústico) para ampliar ainda mais seus conhecimentos de linguagem, forma e expressão musical. No entanto, Andresa lembra que essa trajetória não foi nada fácil.
Aos seis anos de idade ela teve seu primeiro contato com a m´sucia e instrumentos musicais. “No começo eu toquei flauta doce, depois aprendi um pouco sobre um instrumento de percussão (bateria) e contrabaixo elétrico com o maestro Leandro Oliveira, mas tudo muito rápido. Ele que me iniciou na Música”, disse. Andresa participou de um programa que tinha na cidade de Luís Gomes chamado PETI que faz parte do Programa Nacional de Assistência Social, e era aberto ao público externo, mas atendia principalmente crianças e adolescentes de famílias carentes da região. “No PETI também tinha uns trabalhos bem interessantes de, por exemplo, passar a cultura da cidade para as outras pessoas. Havia grupos de teatro, música, reforço escolar para as criancinhas que precisavam mais, entre outras coisas”, afirma.
Andresa entrou no projeto porque estudava de manhã e tinha tempo livre à tarde para se dedicar a alguma atividade. “Minha mãe que me colocou lá. Passei um tempo e depois saí, antes do projeto acabar”, complementa. Quando a jovem estava no Ensino Fundamental II, o mesmo professor do PETI, Leandro, passou em várias escolas da cidade divulgando um curso de música de cordas friccionadas na Fundação Francisca Fernandes Claudino (FUNFFEC) e como ele já a conhecia, fez o convite para participar.
“Logo após o convite, eu e mais um amigo nos interessamos por violino, mas o professor Leandro pediu para que eu me matriculasse em contrabaixo acústico. No primeiro dia de aula, teve uma dinâmica de conhecer os instrumentos. Eu não conhecia o contrabaixo acústico, vi cada um pegando o seu e eu ficando sem. Eu disse: 'Leandro, aquele que é meu instrumento musical?'. Ele disse que sim. Aí fiz a pergunta que todo mundo faz: 'Como é que eu vou tocar um instrumento desse tamanho?'. Ele retrucou: 'Não se preocupe, vai dar certo’”, disse.
A princípio, a musicista estranhou o contrabaixo, mas depois pegou jeito. “Agradeço imensamente por ele (Leandro) ter me convidado”. Em 2012, Andresa viajou para Natal com o pessoal de Luís Gomes para fazer uma apresentação na Escola de Música da UFRN, e nesse período conheceu um outro professor, Airton Guimarães, atual orientador na graduação, por quem tem grande admiração e respeito. Em 2013, o grupo se tornou uma orquestra na qual Andresa fez parte, e com as aulas constantes começou a aprimorar seus conhecimentos e criar uma paixão pelo instrumento, e ainda mais pela música.
Os anos foram passando e ela cada vez mais gostava do que fazia, aprendia e tocava. Em 2016, fez a prova do curso técnico de Música da UFRN, passou no teste e no ano seguinte veio morar em Natal. No ano de 2018 decidiu fazer a graduação na Universidade, enviou um vídeo para a banca julgadora, foi aceita e esperou somente o resultado do Enem para ingressar. Desde então está na capital potiguar realizando seu maior sonho e vivendo um dia de cada vez, lado a lado com a música.

Pais
O apoio dos seus pais foi e continua sendo fundamental para ela, desde o começo. “Eles sempre me apoiaram. Meu pai fica super feliz, fala para todos que eu estou na universidade, que viajei ou vou viajar não sei para onde. Minha mãe também me apoia para eu realizar um intercâmbio. Eu fico muito feliz, sabe? Nem todos os meus amigos têm esse apoio e alguns demoraram para ter. O nosso curso ainda é um pouco discriminado também”, conta a musicista. 
Quanto à inspiração ela afirma que não tem em apenas uma pessoa.  “Porque eu acho que toda e qualquer pessoa tem um conhecimento a lhe passar. Além das pessoas que eu mencionei (Leandro e Airton) tem outros professores daqui da UFRN como Fábio Pesgrave e Rucker Bezerra”, explica. Além desses profissionais, ela também tem como referência os baixistas Bottesini, Dragonetti, Gary Karr, Kounssevitizky e Marcos Machado, e os compositores Astor Piazzolla, Guerra Peixe e Mozart.
A contrabaixista já se apresentou em outros estados do Brasil como Piauí e Paraíba, além de ir para o Canadá, Itália e Vaticano. Na viagem para a Europa, Andresa tocou com mais outros musicistas dentro da Embaixada Brasileira na Itália e em uma audição papal em que o Papa Francisco estava presente.
Todas essas experiências marcaram a estudante de Música que sonha em fazer intercâmbio em algum momento. Andresa ainda não tem um destino definido, mas afirma que a meta é essa. “É uma questão de sonhar alto. Eu quero passar por vários lugares do Brasil, porque eu penso que posso adquirir mais conhecimentos e ir para fora do país depois”.
Andresa passa o dia todo na Universidade. Chega de manhã e só vai embora para casa no começo da noite. Ademais, dedica quatro horas de estudos individuais para peças de orquestra, preparação de aulas e exercícios de técnicas do contrabaixo. Isso tudo sem contar o tempo que estuda na universidade. A baixista pretende voltar a estudar inglês, já que quer estudar música em outros países.
Quando tem tempo livre gosta de ficar em casa. Ela se considera um pouco caseira. “Ultimamente eu tenho ficado mais em casa. Vejo filmes, ouço música, concertos e leio livros”, conta.

Rotina
A estudante faz de forma simultânea o curso técnico e a graduação na UFRN. Neste ano, finaliza o técnico e depois passa a se dedicar ainda mais na graduação, onde está cursando o terceiro período em contrabaixo acústico com ênfase em música erudita.
Em meio a risadas e sensações de bem estar no ambiente rodeado de contrabaixos, Andresa brinca com alguns trocadilhos “Eu não o escolhi, ele que me escolhe” ou “Eu não faço música, ela que me faz”. Ela e mais outros estudantes dividem a sala, cada um com seu estilo, ritmo e contrabaixo próprio. Lá é um santuário para aquelas pessoas, lugar de muitas ideias, sons, descobertas, aprendizados, e claro, música.

Nome: Andresa Laíze Moreira da Silva
Data de Nascimento: 09/09/1999
Idade: 19 anos
Natural: Luís Gomes/RN
O que faz: Estudante de Música, e contrabaixista
Hobbies: Ver filmes de terror e musicais, ler livros, ouvir música.
Fonte: (texto e foto) Tribuna do NortePor Vinícius Veloso, repórter.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.

ENQUETE PREFEITO DE LUÍS GOMES

Nenhum comentário :
As eleições municipais de 2020 já começaram, façam suas apostas! Quando se une os temas poder, política e eleições é prato cheio para a população (especialmente de cidades pequenas) fazer comentários, análises e especulações. Recentemente, o site “Uiraúna em Foco” realizou uma enquete com a seguinte pergunta: “Dos sete nomes, em quem você votaria para prefeito de Luís Gomes?” O resultado foi surpreendente:
1º Alisson/Ex-Tesoureiro 49.54% (1.761 votos)
2º Tututa/Vereador 30.55% (1.086 votos)
3º Dr. Segundo/Vereador 12.63% (449 votos)
4º Monielly Nunes/Advogada 3.68% (131 votos)
5º Nilsinho/Ex-Prefeito 1.32% (47 votos)
6º Luciano Pinheiro/ Vice-Prefeito 1.27% (45 votos)
7º Evaldo Montes/Radialista 1.01% (36 votos).
Diante disso, e passado o calor do momento, cabe algumas perguntas (em parte óbvias, intencionalmente) e considerações a respeito das 3.555 participações (votos), a considerar uma amostragem significativa. Primeiro as perguntas: Por que houve a ausência de nomes de líderes políticos históricos na pesquisa? Quem sugeriu ou encomendou a enquete (talvez seja uma iniciativa editorial própria)? Qual o nível de confiança e penetração da intenção de voto?
Enfim, são perguntas que suscitam respostas, autocrítica e até análises mais criteriosas. Entretanto, vamos as ponderações, que seguem na numeração a seguir:
1 – Pesquisa válida: Há diversos argumentos para questionar a validade da enquete, seja eles em relação aos critérios técnicos, de transparência, de acesso amplo ao público-alvo, de temporalidade (ainda estamos no primeiro trimestre de 2019), em relação aos nomes escolhidos e da forma como tudo foi conduzido. Contudo, é uma pesquisa válida, independentemente dos resultados, pois coloca em discussão o tema, permite a participação direta das pessoas e permite que os números chegam ao crivo da coletividade.
2 – Mais pesquisas: Não resta dúvidas de que são necessárias outras pesquisas, confiáveis e transparentes, para que o histórico de números e informações indiquem a real intenção de votos para as próximas eleições, sendo possível comparar variações, tensões e momentos. Se não houver outras, como saber se o resultado não fora um ponto fora da curva?
3 – Liderança surpreendente: Apesar dos prós e contras, a presença de Alysson Pascoal na liderança da pesquisa, com quase metade das intenções, causa alguma admiração, primeiro pela quantidade de votos, segundo por não dizer claramente do desejo de uma possível candidatura e, terceiro, pela presença de concorrentes com o carimbo de ex-prefeito, vice-prefeito e vereadores.
4 – Penetração e mobilização: Torna-se questões importantes na hora de realizar uma enquete em meios digitais, principalmente nas redes sociais. De que forma, em que medida, em que setores a população luís-gomense teve acesso a enquete é uma incógnita, sendo fatores decisivos no quociente. Da mesma forma, o grau de comprometimento e de envolvimento fazem muita diferença, principalmente quanto familiares e amigos convocam outras pessoas a votar em determinado nome. Tudo isso está imbricado na dinâmica da enquete.  
5 – Por fim, dizer que esse mecanismo faz parte de uma engrenagem maior que mede a temperatura para a escolha de possíveis candidatos a prefeito e vice-prefeito de Luís Gomes em 2020. Porém, dizer a população que o melhor nome nem sempre é aquele que está com o cetro de poder na mão ou o recebeu de alguém simbolicamente; que nem sempre a melhor opção é a “simpatia em pessoa”; e nem sempre o endinheirado ou cheio de grife. De repente, pode ser alguém com boas ideias, saindo da simplicidade do seio do povo, capaz de falar a mesma língua e sentir as mesmas dores, porque as viveu em seu percurso, de forma a bem representar a comunidade luís-gomense.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.
Curta, divulgue: PLGRN - Page: facebook/luisgomesrnbrasil.

LAGOA DE CAPTAÇÃO DO MUNICÍPIO

Nenhum comentário :
A prefeita Mariana Fernandes realizou na manhã de hoje, 7 de março, uma visita de inspeção nas obras da lagoa da construção da lagoa de captação do município. A gestora esteve acompanhada pelo superintendente da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), Marcos Aurélio, o vice-prefeito Luciano Pinheiro, Feliciano Neto, secretário de administração, e o engenheiro Cristiano.
A obra, que já está em fase de conclusão, beneficiará inicialmente os moradores do Conjunto Sol Nascente, captando as águas da rede de saneamento de mais de 351 residências.
Fonte: Prefeitura de Luís Gomes.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município de Luís Gomes. “Por uma sociedade mais justa e solidária”.
Portal imparcial e crítico: pensar na coletividade, esclarecer fatos, apontar caminhos, denunciar injustiças, favorecer a responsabilidade social e disseminar valores construtivos.