ADUTORA DO ALTO OESTE/RN: FALTA POUCO

A conclusão da Adutora do Alto Oeste está próximo do fim e, juntamente, se vai o sofrimento pela falta d’água em parte de seus efeitos desastrosos a qualificação de vida dos norte-riograndenses da região do baixo oeste. As águas da barragem de Santa Cruz (Apodi) e, por consequência, da barragem de Pau dos Ferros, farão o fornecimento tão sonhado.
“O Projeto do Sistema Adutora Alto Oeste pretende contemplar com águas da Barragem Santa Cruz, já concluída, o abastecimento de 23 cidades do Rio Grande do Norte, a saber: Água Nova, Alexandria, Antônio Martins, Frutuoso Gomes, Itaú, João Dias, José da Penha, Lucrécia, Luís Gomes, Major Sales, Marcelino Vieira, Martins, Olho d´Água dos Borges, Paraná, Pilões, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Rodolfo Fernandes, Serrinha dos Pintos, Taboleiro Grande, Tenente Ananias, Umarizal e Viçosa, mais distritos: Caiçara e Mata de São Braz, além de 35 comunidades rurais da região, atualmente abastecidas por pequenos açudes anuais e águas subterrâneas, substituindo as águas escassas e de má qualidade consumida. O investimento previsto é de, aproximadamente, R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais).” (Fonte: www.semarh.rn.gov.br). Entretanto, o valor final da obra ultrapassará esse valor.
“A previsão é de que em um prazo máximo de 90 dias, a água chegue por meio da adutora até a cidade de Luís Gomes”. (Fonte: www.rn.gov.br). Inclusive, os primeiros testes foram realizados na estrutura montada. A encanação recebeu água de pipas para se observar como reagiria a pressão exercida pelo líquido.
Isso mostra que em pouco tempo, um sonho antigo do sertanejo nortista, o sistema de abastecimento será uma realidade, podendo suplantar problemas de racionamento e de ausência do precioso líquido, em situações emergenciais e de escassez.