O PENSAMENTO ESTRATÉGICO E A GESTÃO DE EXCELÊNCIA

Com a sintonia entre o dueto planejamento e estratégias é possível encontrar um caminho viável para se vislumbrar a atuação de qualidade reconhecida, de excelência. Segundo Ferreira (2009) o Modelo de Excelência em Gestão Pública (MEGP) direciona as organizações públicas para a supremacia do interesse público, ação contínua do controle social, tratamento igualitário aos cidadãos, desenvolvimento sustentável e eficiente. Em outras palavras, a gestão pública para ser excelente tem que ser legal, impessoal, moral, pública e eficiente.
Além disso, existem fundamentos de excelência gerencial que norteiam as empresas, entidades e organizações públicas, reiterando que o público pode e deve ser de qualidade: Pensamento sistêmico, Aprendizado organizacional, Cultura da Inovação, Liderança e constância de propósitos, Gestão baseada em processos e informações, Visão de Futuro, Geração de Valor, Comprometimento das pessoas, Foco no cidadão e na sociedade, Desenvolvimento de parcerias, Responsabilidade social, Controle Social e Gestão participativa. Dentro da doutrina do MEGP, ainda existe 08 critérios avaliativos de gestão pública: Liderança; Estratégias e Planos; Cidadãos; Sociedade; Informação e Conhecimento; Pessoas; Processos; e Resultados (FERREIRA, 2009).
O critério Liderança aborda as premissas norteadoras e identitárias da organização. Estratégias e Planos dizem respeito às leis e diretrizes. O termo Cidadãos trata imagem e relacionamento. Em Sociedade observa-se a atuação socioambiental, ética e controle social e as políticas públicas. Informação e Conhecimento avalia a eficiência na troca de informações, armazenamento e segurança tecnológica. Para o argumento Pessoas destacam-se aspectos como produtividade, motivação, reconhecimento, capacitação e outros. No item Processos atenta-se para os de natureza finalística, de apoio, de suprimento, orçamentária e financeira. Por fim, a figura Resultados, que apuram e quantificam as ações realizadas em todas as esferas de atuação.
No arcabouço desse sistema existe a construção de elos interdependentes, que se ressignificam, um sendo fomento para melhorar o outro, todos gerando informações e dados para construção de novos feedbacks