LUÍS GOMES: GRAN FINALE?

Na próxima terça (24) o Tribunal Superior Eleitoral julgará, em definitivo, o processo de impugnação de mandato eletivo do prefeito Francisco Tadeu Nunes e da vice, Antônia Gomes Abrantes Barbosa.
A data já está confirmada na pauta de julgamento, da 8ª Sessão Ordinária Jurisdicional, tendo como relatora a Ministra Maria Thereza de Assis Moura. Aos réus pesam as acusações de abuso de poder econômico, abuso de poder político e captação ilícita de sufrágio (voto).
Nessa história, que se arrasta com decisões, apelações e reviravoltas, não há nem heróis nem mocinhos. Desde maio do ano passado a população luisgomense aguarda o “gran finale” (grande final) desse enredo tragicômico.
Finalmente teremos uma resposta em definitivo. Luís Gomes é quem perdia com esse vai e vem, com essa indecisão, com a demora do próprio judiciário. Fogos certamente ecoarão nos quatro cantos da cidade. É importante repetir: comemorar o quê? Comemorar a desgraça do outro, não apaga as desgraças do passado, nem a situação desastrosa atual do município.
Certamente gastarão fogos e discursos inflamados, sendo que o povo necessita de ação e resultados. Espera-se que o eleitor não se ilude com as palavras fáceis e as soluções mágicas. De qualquer forma, o resultado inicial não sugere vitória, mas o início de uma grande reflexão e mudança de comportamento, principalmente da sociedade luisgomense.