SINGELA HOMENAGEM À MARIA CECÍLIA

Compreender os propósitos de Deus muitas vezes pode ser uma tarefa bem difícil, principalmente quando a tristeza bate na nossa porta porque acabamos de perder um ser amado. Lágrimas passam pelos nossos olhos constantemente e o vazio da saudade aumenta o sofrimento severamente.
Como esquecer os muitos momentos vividos, compartilhados com a presença de uma pessoa tão linda que transformou tantas vidas. Sua vontade de viver transcendeu o conhecimento humano, uma pequena guerreira, que lutou até o fim. 
Essa pequena gigante nos ensinou de maneira simples que jamais devemos desistir, que Deus é soberano e o homem é um mero aprendiz e este jamais compreenderá o propósito do Senhor para/em nossa vida.
Que a dor da nossa perda possa ser diminuída um pouquinho a cada dia e que daqui para frente esta ausência física seja capaz de fortalecer ainda mais os laços da nossa família. O vazio que ficou jamais será preenchido, mas com a paz de Deus em nosso coração será bem menos difícil. O céu comemora a chegada desse anjo lindo, que para sempre estará na nossa memória e influenciará eternamente a nossa história.
Agradeço a todos, família, primos e primas amados, amigos queridos pelas mensagens no face, zap, as ligações, abraços, palavras de conforto e carinho, as pessoas que mesmo sem conhecer Maria Cecília oravam pedindo a Deus pela sua vitoria. As queridas meninas guerreiras do ‪CEI, ‪‎Leonarda pelo apoio, força e solidariedade. As minhas amadas irmãs ‪Antonia Nascimento e ‪Tereza Pinheiro para vocês não tenho palavras para agradecer. Enfim, a todos deixo aqui o muito obrigado, que Deus os ilumine sempre.
Parafraseando uma querida amiga: “Agora o que nos resta é tentar viver um dia de cada vez”.
Texto de Neyle de Araujo