LUÍS GOMES: PERÍODO ELEITORAL

Luís Gomes vive dias incomuns com a proximidade das eleições suplementares. Dia 05 de julho é o dia D para que a história desse município seja, mais uma vez, reescrita. Aos vencedores, que não sejam dados pincéis negros...
De uma coisa não podemos negar, em período eleitoral, Luís Gomes ganha entretenimento, vigor e muita história para contar... Sai-se de uma situação de comodismo para a batalha dos votos, disputada palmo a palmo.
As mobilizações nas redes sociais é um termômetro desse decurso, em um vendaval de mensagens, fotos e propagandas. Os comícios, as passeatas, os jingles, panfletos são recursos indispensáveis, no dispendioso processo de obtenção do poder.
Nesse período, conquistar votos e adesões de famílias tradicionais, líderes comunitários, personagens de referência local e regional, líderes políticos, é uma grande vitória, principalmente, na trincheira do emocional.
Entretanto, uma pergunta fica no ar: qual o preço de uma adesão importante? Uma secretaria municipal? Cargos em comissão? Ou será que não se cobra nada em troca?! Certamente, o tempo vai dizer.
Preparem os ouvidos! Preparem as mãos! Serão muitos discursos e muitos apertos de mãos... E nessa batalha cada gesto do eleitor será analisado, meticulosamente. Caso o aperto de mão e a receptividade do eleitor não forem calorosos, haverá, certamente, uma iminente descrença do apoio nas urnas.  
Contudo, como dizem, faz parte do jogo político, do processo "democrático"...