CRÔNICA DE FILHO PARA PAI

Pai é raça, é amor, contemplação... De tantos conselhos, nunca desistiu de mim, nunca duvidou da minha capacidade, nunca poupou uma só gota de suor em meu favor. Dedicação que chega a machucar...
Pai, nunca tive heróis midiáticos, porque todo esse espaço foi preenchido por sua presença, por sua coragem e por suas palavras. Você sim é o meu herói, porque me mostrou na prática o real significado do poder de vencer, de superar, de conquistar...
Pai, talvez nunca retribua tudo que fizeste por mim. E mesmo que tentasse, seria sempre devedor... A sua liderança, honestidade resiliência... são ensinamentos inquebrantáveis e admiráveis.
Pai, ouvir suas palavras, suas histórias, até as bobagens que confidenciávamos... tudo tem um valor tão profundo e tão significativo, o que prova mais uma vez, que o essencial é invisível aos olhos, um dos grandes segredos da vida, na busca de dias mais felizes...
Pai perdoa-me as reticências, porque a mínima lembrança de você vem carregada de muito sentimento, de muito amor e, dá logo um nó na garganta... Pai, aonde quer que vá, seja com quem estiver, honrarei o teu nome e renderei glórias a Deus pelas graças concedidas à nossa família...