FALTA DE ÁGUA PREOCUPA TRABALHADORES RURAIS

As comunidades de Lagoa do Mato e Coati que juntas somam cerca de 200 famílias e mais de 600 habitantes no município de Luís Gomes-RN, assim como as demais comunidades, não sabem onde encontrar água e anseiam por ações urgentes por parte dos governantes, para que resolvam o problema da falta de água nas comunidades da zona rural, pois os reservatórios estão secos e eles não têm mais a quem recorrer para conseguir este líquido (água) tão precioso e indispensável para saciar a sede dos animais e atender as necessidades básicas e fundamentais a vida humana.
Os trabalhadores de comunidades rurais largados a própria sorte, buscam em métodos tradicionais, muitas vezes sem lograr êxito, alternativas provisórias através de perfurações de cacimbas e cacimbões (poço amazonas), tentando encontrar água para amenizar os efeitos da seca que já dura cinco anos e que levou os principais reservatórios do município ao esvaziamento completo, sujeitando à população a água da operação pipa que é insuficiente.
A escassez de chuva que castiga a região preocupa os produtores, como podemos perceber nas imagens, o Açude Lulu Pinto agonizando em seu último suspiro, mesmo assim é a esperança do nordestino, homem de fé, de coragem e que não precisava sofrer tanto para conseguir água, ou seja, dignidade. Sua sobrevivência no semiárido com a morosidade governamental só confirma que: “O sertanejo é, antes de tudo, um forte” (Euclides da Cunha).

Fotos e texto: Paulo Cruz.