SALÁRIO MÍNIMO 2017

Depois de um ano difícil para os trabalhadores, ao início de 2017 pelo menos tempos uma boa notícia: o anúncio do novo salário mínimo 2017. Esse direito do trabalhador recebe reajustes anuais para compensar as perdas do trabalhador com a inflação, que costuma ser a base de cálculo do mínimo nacional.
O valor do salário mínimo nacional de 2017 é de R$ 945,80, porém em alguns estados existe regulamentado o Mínimo Regional, ou seja, salários mínimos diferentes para cada estado – Os salários mínimos regionais precisam ser, necessariamente, maiores que o mínimo nacional. Os estados que possuem Regulamentação do Salário mínimo Regional são: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
São diversos os grupos sociais, os quais, acabam sendo beneficiados com essa medida do Governo Federal a começar pelos próprios trabalhadores, já que se calcula, que no Brasil, o número de CLT, ou seja, trabalhadores registrados na carteira de trabalho, os quais, recebam o mínimo e que se beneficiaram do aumento do salário mínimo.
Além deles, outro grupo beneficiado são os aposentados, os quais, recebem sua aposentadoria de acordo com o piso nacional, ou seja, de acordo com o piso do salário mínimo. Assim, eles vão ter um aumento de 12% nos seus recebimentos.
Outro grupo favorecido são os trabalhadores públicos, os quais, vão receber o seu Pasep 2017 já de acordo com o novo piso imposto pelo Governo.
O que surpreendeu nesse aumento do salário mínimo 2017, é que mesmo com o Brasil em crise, ele foi um pouco acima da inflação do Brasil em 2016, que segundo dados do Índice de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA), ficou marcada em 10,67% ao final de 2016, representando um ganho de R$ 95,00 sobre o valor anterior do salário mínimo.
Isso na realidade significa que o trabalhador ganhou poder de compra com esse reajuste, ou seja, com o salário que ele ganha, dá para compras os seus produtos necessários e dependendo do mês, até guardar um pouco do salário que sobrar.
Esse efeito do reajuste do salário mínimo 2017 acima da inflação, também tem um motor propulsor no comércio, pois, mesmo que não com tanta força, as vendas acabam sendo boas para a classe mais baixa do Brasil, o que estimula o giro do dinheiro, para trazer o reaquecimento da economia.

Via salariominimo2017.net.br