A EMOÇÃO E O PRAZER DE LER

A leitura é tão bela e tão rica, nos oferta tantas riquezas, conhecimentos e maravilhas, ampara a alma, amplia nossa visão, estimula a imaginação, é companhia instigante, é exercício de cidadania e de entendimento do mundo...
Pela leitura pode-se conhecer a diversidade das coisas, lugares e épocas diferentes, circunstâncias e culturas novas. Através dela podemos interpretar quem somos, o que queremos e para onde desejamos ir.
Entretanto, algo importante precisa ser dito. A aprendizagem da leitura deve anteceder a aprendizagem das letras. Porque, o que fascina não são as letras, as sílabas e as palavras em si, mas a estória que elas contam.
Parafraseando Gabriel Chalita, é bem difícil sentir prazer em aulas de gramática ou de análise sintática. O melhor lugar para sentir a magia das palavras é na descoberta do universo literário, narrativo e de tantas e tantas lindas histórias.
Como bem dizia Adélia Prado, “não quero faca e nem queijo. Quero é fome”. É preciso estimular o desejo, a vontade e o entusiasmo pela leitura. Quando a leitura invade a alma do aprendiz, quando se sente preenchido por histórias de aventura, drama, suspense e até peripécias dos personagens, então a leitura não será um fardo, mas algo que preenche, que alimenta a fome do leitor.
A leitura precisa ser uma experiência de vida singular, impregnado de emoção, com chamas nos olhos e uma importância que transcende o papel ou tela do computador. Desse modo, uma ligação quase espiritual, quase celestial se traduz para as crianças, seja no ato de ler ou de ouvir histórias. Como bem diz Chalita, só deveria lê para seus alunos, aquele que está possuído pelo texto que lê.

Assim, a aprendizagem da leitura não deveria ser a aprendizagem de letras, sílabas, palavras e eventos morfológicos e sintáticos. Depois de instalado o prazer, o desejo, a fome por textos, livros e afins, aos poucos as técnicas e regras formais da escrita poderão ser trabalhadas, a posteriori. O prazer antecede a técnica. A beleza antecede a forma. O amor antecede tudo!