OS VERDES CAMPOS DA MINHA TERRA

Luís Gomes RN - Os verdes campos da minha terra são obra de arte singular, resguarda-se por um longo período, até sua intensidade fugaz retornar. Em tempo assim, tudo fica mais bonito, da chã aos declives o cheiro e as cores de uma terra que renasce e se revigora.
De imediato vêm as lembranças de quando era uma criança, as tradições campesinas tão marcadas na memória, o tempo de fartura na mesa de quem plantava, o clima de paz e de uma lida diária.
Hoje as matas, os rios, as chuvas e a riqueza do campo não são mais como outrora. Ainda vivemos tempos de grandes dificuldades em relação a falta de água e a capacidade de convivência com as intempéries do semi-árido.
Entretanto, os olhos marejados do agricultor, o rio que corre devagar, o verde que se espalha por todo lado, as boas chuvas que seguem um ritmo razoável, o milho assado pelas redes sociais, o feijão ao sol pelas calçadas, já são um alento, um convite a acreditar que dias melhores hão de vir.