LUÍS GOMES: O SONHO DO SELO UNICEF

Atualmente, o município de Luís Gomes tem uma grande responsabilidade e muito trabalho pela frente para reconquistar o Selo Unicef, que representa a qualificação de projetos, ações e ideias estratégicas na melhoria de indicadores na vida de crianças e adolescentes, além do aporte de recursos, parcerias e benefícios sociais.
A edição 2017-2020 está em curso. O município de Luís Gomes também já foi cadastrado, quando assinou e remeteu o termo de adesão em 20 de julho de 2017. É preciso articular, mobilizar e promover estratégias, ações, recursos, atividades e medidas que atuem conjuntamente na melhoria de vida de crianças e adolescentes, garantindo educação e saúde de qualidade, bem-estar, mais igualdade e justiça social.
O anúncio e reconhecimento dos municípios que conquistaram o Selo UNICEF – Edição 2017-2020 será realizada em 2020, em data e local a serem anunciados pelo UNICEF. Os municípios certificados receberão um troféu, um certificado e a autorização para utilizar a logomarca
do Selo UNICEF. O Articulador(a), o(a) Mobilizador(a) de Adolescentes e Jovens e o CMDCA, por meio de um(a) representante, também recebem um certificado de reconhecimento.
Quando um município é certificado, os maiores beneficiados são, sem dúvida, as crianças e adolescentes, que passam a contar com políticas públicas de qualidade voltadas para a garantia de seus direitos. Também ganham as famílias e a comunidade porque, para ganhar o Selo UNICEF, a gestão municipal deverá promover intensa mobilização, participação e engajamento social.
Luís Gomes e o Selo
Nas últimas quatro edições do Selo Unicef (2005-2006; 2007-2008; 2009-2012; 2013-2106), apenas em 2008 a Serra de Santana logrou êxito, sendo município aprovado no período de 2009 a 2012. A conquista foi laureada e certificada em 02 de dezembro de 2008, pelos avanços alcançados nas áreas da infância e adolescência. O anúncio do Selo UNICEF Município Aprovado foi feito pela representante do UNICEF no Brasil, Marie-Pierre Poirier, em Recife.
Na edição 2013-2016, Luís Gomes não conseguiu a aprovação do Selo Unicef. Dentre os indicadores avaliados, houve um maior destaque para os índices relacionados a taxa de mortalidade infantil, cobertura vacinal, taxa de abandono escolar, distorção idade-série, acompanhamento das gestantes e testes de HIV e Sífilis, registro civil de nascidos vivos.
Na edição 2017-2020, o objetivo principal é novamente conquistar o Selo Unicef, uma vez que a garantia integral dos direitos de crianças e adolescentes deve ser uma meta constante e ininterrupta de todo e qualquer município. É um longo caminho pela frente, não só de reuniões a atividades, mas de um planejamento muito bem coordenado, para otimizar recursos e atingir metas com pontuações satisfatórias. É preciso fazer mais e melhor, se comparado a edição anterior, que deixou a desejar em diversos quesitos avaliativos, mostrando que a falta de planejamento e compromisso fizeram parte do processo.
Sobre o Selo Unicef
O Selo UNICEF Município Aprovado é uma iniciativa para melhorar as condições de vida das crianças e dos adolescentes no Semiárido e na Amazônia Legal Brasileira, áreas que concentram o maior número de meninos e meninas em situação de vulnerabilidade.
A primeira experiência do Selo UNICEF ocorreu no Ceará, em 1999, onde foram realizadas três edições estaduais. Em 2005, o Selo foi ampliado para todo o Semiárido e, em 2009, para a Amazônia Legal Brasileira. Em novembro de 2006, o UNICEF divulgou a relação dos 192 municípios do Semiárido que foram reconhecidos com o Selo UNICEF Município Aprovado.
O Selo UNICEF Município Aprovado é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância, com o apoio da Petrobras, Fundação Telefônica, Celpa, Celtins, Cemar e Coelce. O Selo está articulado com o Pacto Nacional Um Mundo para a Criança e o Adolescente do Semiárido e a Agenda Criança Amazônia, iniciativas que têm como objetivo reduzir as disparidades regionais e apoiar o Brasil no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.
Ao todo, já são cinco edições do Selo Unicef (2005-2006; 2007-2008; 2009-2012; 2013-2106; 2017-2020) no Semiárido Nordestino e na Amazônia Legal Brasileira. Entre os critérios principais, podem participar municípios localizados na Região do Semiárido brasileiro (ou Amazônia Legal), ter o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA e ter o Conselho Tutelar funcionando de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Os municípios serão avaliados por meio de indicadores quantitativos e qualitativos relacionados com dois eixos: a) Avaliação de Impacto Social – Será realizada pelo UNICEF a partir da comparação das informações do ano base (ou ano inicial) e as mais recentes informações ao final desta edição do Selo (ano final) disponíveis nas fontes nacionais oficiais de informação ou conforme definido na metodologia. Caberá ao UNICEF definir o que se assume como ano inicial e ano final para cada indicador. b) Avaliação das Ações Estratégicas de Políticas Públicas e de Participação Social – Os municípios serão avaliados por cada ação desenvolvida e comprovada, seguindo critérios definidos pelo UNICEF.
No Estado do Rio Grande do Norte, cinquenta e um municípios foram aprovados na última edição do Selo Unicef (2013-2016): Acari, Afonso Bezerra, Alto do Rodrigues, Antônio Martins, Apodi, Baía Formosa, Bento Fernandes, Brejinho, Cerro Corá, Coronel João Pessoa, Currais Novos, Doutor Severiano, Extremoz, Florânia, Guamaré, Ipueira, Itaú, Janduís, Jucurutu, Lajes, Lucrécia, Macaíba, Major Sales, Martins, Messias Targino, Nova Cruz, Olho-D. dos Borges, Ouro Branco, Parazinho, Parelhas, Parnamirim, Rio do Fogo, Passa e Fica, Pau dos Ferros, Portalegre, Serra Caiada, Riacho da Cruz, Rodolfo Fernandes, Santa Cruz, Santana do Seridó, São João do Sabugi, São José do Seridó, São Paulo do Potengi, São Tomé, Severiano Melo, Tenente Laurentino Cruz, Timbaúba dos Batistas, Upanema, Venha-Ver, Vera Cruz e Viçosa.

PORTAL LUÍS GOMES RN – O melhor e mais completo veículo de notícias, opinião e informações do município. #PortalLuísGomesRN. #Opinião, #Informação e #Crítica.
Curta, comente e compartilhe: portalluisgomesrn ou fanpage: facebook/luisgomesrnbrasil.